Carta aos Pais

São Leopoldo, 5 de junho de 2020.

                                    Estimadas famílias!

            A sociedade está vivendo uma experiência única na história da humanidade e este não é o momento de querermos encontrar culpados em meio a tantas situações contraditórias que diariamente assistimos.

            Mesmo diante de tantas dificuldades, nesses momentos emergem muitas oportunidades para transformar nossas vidas e a sociedade em que vivemos. Assim, podemos nos transformar como pessoas e sociedade. Mesmo diante de tanto sofrimento, talvez estivéssemos precisando de um empurrão para repensarmos o nosso papel no mundo e, porque não, a escola repensar uma nova educação para uma nova sociedade no século 21.

            É oportuno pensarmos o potencial humanizador desta crise que, vista como oportunidade, pode favorecer a revisão de valores, a renovação do cuidado de si e do outro, o senso do bem comum e a responsabilidade pela coletividade. Tomara que saiamos dessa experiência dando maior valor à vida. Mas sabemos que, infelizmente, nem todos vão aproveitá-la.

A escola está inserida nesse contexto, sujeita diariamente a desafios que a pandemia impõe, mediante o isolamento e afastamento presencial dos alunos na escola.

            O distanciamento gera instabilidade para a família e para a escola, onde os processos de ensino aprendizagem passam de um mundo real e concreto para um mundo virtual. O professor que está preparado para o mundo presencial da sala de aula, precisa se reinventar para acreditar que é possível trabalhar com os alunos no espaço virtual.

            Diante de tantas incertezas em que vivemos, precisamos estar unidos escola e família para enfrentarmos as adversidades desse momento e juntos, construirmos pontes para um futuro melhor.

            Esperamos assim, confiarmos na compreensão, colaboração e sensibilidade da família para vencermos esse nosso adversário invisível que está diariamente, nos impondo limites.

            Nós todos estamos sujeitos aos protocolos estabelecidos pelos governos: federal, estadual e municipal. Por isso, fiquem atentos as informações na área da educação. Já temos algumas sinalizações de retorno, mas apontando lá para o início do mês de julho.

            Queremos também lembrar às famílias para continuarem a orientar e acompanhar os seus filhos quanto as atividades domiciliares e aulas online, pois é importante executarem as tarefas e estarem participando das aulas online.

            Solicitamos ainda aos pais que orientem seus filhos quanto ao uso adequado das redes sociais, a fim de que não cometam, neste espaço digital, irregularidades que possam gerar ofensas a colegas e professores, o que já faz parte das normas de convivência no número 30 do PPP da escola.

            Enfim, quando acontecer o retorno presencial das atividades escolares que possamos encarar com respeito e cuidado necessário este momento de incerteza mas que, ao mesmo tempo, tenhamos a certeza de que tudo isso se faz necessário para recolocarmos o trem da vida nos trilhos e seguirmos a nossa jornada diária, valorizando cada vez mais a vida para que a pessoa tenha sentido para si e para os outros, na família e socialmente.

            Um cordial e fraterno abraço com carinho pela plenitude da vida.

            Direção – João Periz Neto - Diretor